acupuntura

ACUPUNTURA
SISTÊMICA X SINTOMÁTICA

19 de Outubro de 2021

Quando se fala em tratamento com acupuntura, podemos separar em dois princípios, indentificar desarmonia sistêmica que desencadeou a doença ou o sintoma e o tratamento estritamente sintomático. Num planejamento ideal, buscamos escolher pontos para essas duas situações!

Mas, o que é sistêmico e sintomático?
Melhor começar a explicar pelo mais simples. Sintoma são as sensações do paciente de que algo não está bem, podendo ser uma dor, um desconforto ou uma sensação desagradável, como uma dor de cabeça, cansaço, agitação mental, etc. Na acupuntura, é possível e muito utilizado tratar visando aliviar os sintomas descritos pelo paciente. 


Contudo, se nos ocuparmos de tratar apenas o sintoma sem tentar identificar a origem desse problema, pode não ser tão efetivo. Imagine um barco furado. Se você se ocupar apenas em tirar a água que entra no barco, sem se preocupar em tampar o buraco, seus esforços podem nunca ter fim. Além do que um buraco tende a aumentar e não se fechar sozinho, rsrsrs. 

É parecido com nossa saúde. Aí entra o raciocínio sistêmico, ou seja, aonde está o buraco do nosso barco? Por que estou com dor de cabeça? Muitas pessoas já devem ter experimentado aquela cefaleia persistente que sempre volta, de tempos em tempos. Daí, toma-se um analgésico e a dor volta logo depois do efeito do medicamento, ou daqui dois dias, ou uma semana. Se eu entendo que essa dor de cabeça tem uma origem e seu eu tratar essa origem, essa dor pode deixar de voltar. Ou, pelo menos, vir com muito menor intensidade e com menor frequência.


O tratamento sintomático é como se tomar um analgésico. Alvia a dor, mas não trata o problema (não tampa o buraco). O tratamento sintomático já busca investigar a origem o problema e tratá-lo. Por si só, os sintomas vão diminuindo, mas leva mais tempo. Então, o ideal é combinarmos os dois princípios!

Procure sempre um profissional qualificado!